Investir em crowdfunding imobiliário é seguro?

Investir em crowdfunding imobiliário é seguro?

Publicado por: Gabriela Cunha Publicado: 07/10/2019 Visitas: 443 Comentários: 0

Investir em crowdfunding imobiliário é seguro?

 

Dentre as diversas opções de investimentos existentes hoje, o crowdfunding imobiliário é uma das que mais cresce. De acordo com um artigo publicado na Forbes, até 2025 a projeção é de que o mercado do crowdfunding imobiliário seja avaliado em cerca de U$300 bilhões!


Ou seja, é uma modalidade que está em crescimento e deve alavancar ainda mais nos próximos anos. E são vários os motivos para esse aumento, sobretudo a questão dos retornos, já que a modalidade conta com uma alta rentabilidade.


Além disso, chama a atenção dos investidores também, a questão da segurança. Afinal, investir no mercado imobiliário é relativamente seguro, já que se trata de um mercado tradicional. Afinal, todo mundo precisa morar em algum lugar, não é mesmo?


Segurança


De maneira geral, o crowdfunding imobiliário é uma modalidade de financiamento coletivo, no qual investidores aplicam dinheiro em empreendimentos imobiliários para levantar o projeto e receber o valor corrigido, após o tempo determinado.


E para que essa ponte entre investidores e incorporadoras seja feita de maneira efetiva e segura, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) regulamentou a modalidade, através da instrução CVM 588.


Por isso, para que uma empresa trabalhe com captações via crowdfunding imobiliário, é fundamental que ela seja regulamentada pela CVM, garantindo uma maior segurança e respaldo.


Além disso, o mercado imobiliário é tradicional e isso faz com que também se torne mais seguro, já que sempre haverão oportunidades dentro desse setor.


Mas ainda assim, é fundamental que o investidor estude bem as ofertas e observe outras garantias que as empresas que estão captando oferecem como resguardo para o investimento.


A Naplanta seleciona apenas projetos consistentes, que adotam o patrimônio de afetação e que apresentam garantias para o investidor, isso para minimizar o risco da operação!


Naplanta garante segurança no processo!


Naplanta é uma startup que realiza a ponte entre investidores e incorporadoras, por meio de um processo 100% online. O processo de seleção dos projetos é bastante completo e rígido, para que somente os melhores entrem na plataforma.


Esse cuidado com a seleção e curadoria das incorporadoras e seus empreendimentos faz parte da política interna da empresa, que preza pelo sucesso dos projetos e dos investidores.


Além desse cuidado, o NaPlanta também é autorizado pela CVM e segue todos os padrões estabelecidos por este órgão regulador e acrescenta alguns próprios, como a exigência do patrimônio de afetação.


Patrimônio de afetação


O patrimônio de afetação é um documento que garante que a incorporadora diferencie e separe o patrimônio da empresa e o patrimônio de determinado empreendimento, uma vez que todos os recursos destinados àquela obra, têm exclusividade.


Isso garante que o dinheiro recebido de investidores, por exemplo, seja usado somente naquela obra. O patrimônio de afetação está na lei 4.591/64 e é um respaldo fundamental para que os investidores em crowdfunding imobiliário tenham ainda mais segurança ao investir em qualquer projeto.


Por isso é muito importante que, antes de investir em empreendimentos imobiliários por meio do crowdfunding, o investidor deve certificar-se se há o patrimônio de afetação.


Na Naplanta, todas as incorporadoras precisam ter o documento para poder captar recurso. Isso garante ainda mais suporte para o investidor!


Assim sendo, é possível dizer que investir em crowdfunding imobiliário é seguro se todos os documentos forem analisados corretamente e a empresa que faz a ponte entre investidor e incorporadora também seja confiável e siga os padrões de mercado.


Ainda tem dúvidas sobre a segurança desse tipo de investimento? Entre em contato por meio de nossos canais de comunicação e converse com um dos nossos profissionais! 

Tags: equitycrowdfunding, investimentoemstartup, investimentosemstartups, startups

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts